Beleza sem Cirurgia – parte 4

Continuando a nossa série sobre “Beleza sem Cirurgia“, hoje falaremos um pouco sobre Peeling conforme as autoras do livro.

Os primeiros peelings, feitos no início da década de 70, usavam ácidos em altas concentrações e eram muito agressivos, provocando reações violentas na pele. Isso mudou nos anos 90 com a chegada dos peelings seriados. Os peelings seriados também usam ácidos, mas em concentrações menores, dividindo o processo em quatro ou cinco sessões, ao invés de uma só.

O peeling afina a camada superficial da pele, otimizando a ação dos cremes, além de diminuir o tamanho dos poros, deixando a pele mais uniforme.

Um dos ácidos mais utilizado atualmente é o Ácido Reitnóico. Além dele, também são utilizados o Ácido Glicólico, o Ácido Hialurônico e o Salicílico. Os profissionais alternam estes princípios ativos durante as sessões para aporveitar as vantagens que cada um oferece.

Qualquer que seja a substância empregada, o rosto deve ser lavado somente seis horas após a aplicação. Em cerca de três dias, a pele começa a descascar suavemente, como acontece com quem vai à praia e exagera na exposição ao sol.

Após o procedimento, os cuidados com a pele são normais, o que inclui o uso do filtro solar com fator de proteção 30 ou mias.

Existem diversos tipos de peelings, uns indicados para remover manchas de gravidez, outros para remover manchas de sol, outros ainda para remover marcas de acne. Independente do peeling escolhido, todos são procedimentos bem mais invasivos que o simples uso do creme ou loção, e você deve escolher muito bem o profissional com quem deseja fazer o seu, pois pode ter diversas reações desagradáveis posteriormente, como inchaço e vermelhidão excessiva da pele, dores muito fortes, ou manchas inesperadas.

Portanto, procure conversar bastante com o profissional com quem pretende realizar o seu peeeling, perguntando sobre o método utilizado, as substâncias utilizadas, o procedimento adotado na sessão; além de conversar com várias outras pessoas que já realizaram o procedimento com o mesmo profissional. É sempre bom ter bastante segurança antes de se submeter a um procedimento mais agressivo para a sua pele.

Se você tiver qualquer dúvida em realção ao procedimento, não faça. Procure se sentir mais segura e só então decida se ele é necessário ou não.

No próximo artigo, falaremos sobre a Beleza de A a Z, conforme as autoras do livro. Até lá!

2 thoughts on “Beleza sem Cirurgia – parte 4

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge