Maratona 2021 – Quinta semana de treino

Seguindo a série de artigos sobre  os treinos para a maratona de 2021, vou falar um pouco sobre como foi a quinta semana de treinos.

Esta semana, iniciei a inclusão de mais um dia de treino de corrida ficando 4 dias de treino de corrida, 2 dias de musculação e 3 dias de yoga. Esse dia a mais é um dia de corrida leve e não muito longa para aumentar o volume de treino sem sobrecarregar um dos dias do meio da semana.

Segunda foram 50 minutos de corrida leve.

Quarta foi um treino com ritmo em Tempo Run, aquecendo 5 minutos em z2, 5minutos em z3, 5 minutos em z4, 4Km em Tempo run e depois desacelerando 10 minutos em z3 e 10 minutos em z2.

As zonas de freqüência cardíaca variam de pessoa para pessoa, de acordo com a  idade e o condicionamento físico, mas basicamente seriam:

z1-  abaixo de 70% do seu máximo

z2- 65%-75% do seu máximo

z3- 75%-85% do seu máximo

z4- 85%-95% do seu máximo

z5- 90%-100% do seu máximo

Utilizando o seu relógio GPS como o Garmin, por exemplo, fica bem fácil monitorar esse nível de esforço pela freqüência cardíaca.

Quinta foram 30 minutos de corrida leve.

Sábado foi o longão de 15Km num trecho com várias subidas. Não foi uma corrida longa e nem pesada. Escolhi um trecho com uma subida bem longa de quase 2Km e fiquei muito feliz por conseguir subir toda ela correndo, sem parar para andar. Mas na volta, mais ou menos no Km 10, o meu Neuroma de Morton começou a incomodar e tive que andar por aproximadamente 2Km… Tentei mudar a pisada e a cadência e deu certo. Parou de doer e terminei o treino.

Coincidentemente, o dia em que eu descobri que tinha esse neuroma, eu treinava com o Nimbus 19, num treino de subidas e descidas acentuadas. Neste sábado, era um treino em outro percurso, com subidas e descidas acentuadas, mas com o mesmo tipo de tênis: Nimbus 22

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge